Follow by Email

08 novembro 2009

Conhecendo o verdadeiro Servo de Deus pelos Frutos.

"Guardai-vos dos falsos profetas, que vêm a vós disfarçados em ovelhas, mas interiormente são lobos devoradores.
Pelos seus frutos os conhecereis. Colhem-se, porventura, uvas dos espinheiros, ou figos dos abrolhos?
Assim, toda árvore boa produz bons frutos; porém a árvore má produz frutos maus.
Uma árvore boa não pode dar maus frutos; nem uma árvore má dar frutos bons.
Toda árvore que não produz bom fruto é cortada e lançada no fogo.
Portanto, pelos seus frutos os conhecereis.
Nem todo o que me diz: Senhor, Senhor! entrará no reino dos céus, mas aquele que faz a vontade de meu Pai, que está nos céus."
Mateus 7:15-21

É curioso como temos uma grande quantidade de Obreiros (Pastores, Presbiteros e Diáconos) nas igrejas chamadas históricas. A maioria deles concentrados nos grandes centros.
Porém, vemos com pesar que o fervor evangelístico tem perdido o seu calor. Encontramos os tais lideres frequentando cursos e Conferencias com os titulos mais mirabolantes. E pouco ou nada acontece. Igrejas continuam diminuindo de quantidade de membros. Quanto mais "profissionais do púlpito" com todos os títulos comprados ou alcançados, temos menos conquista de almas para Cristo... Isto é muito grave!
Poucas são aquelas que tem um crescimento com mais de 5% ao ano. Li recentemente um Relatório de uma "Regional de uma denominação histórica" que demonstra em nas suas 35 igrejas houve um decréscimo na membresia. Constata-se que muitas igrejas apenas vegetam. E lamentavelmente algumas delas por pouco não voltam a ser congregações dependentes, pois seus membros se foram (muitos deles conquistados pelas "igrejas de pescadores-de-aquário" que pululam pelo país).
Glória a Deus, ainda existem exceções! Poucas são aquelas que mantem reuniões nas Casas dos crentes (Grupos Familiares ou Células) durante a semana. Poucas são aquelas que mantem reuniões de orações pela manhã ou à noite numa casa ou em um templo. Nestas, que conheço, e posso testemunhar pessoalmente - Há conquista de almas e o crescimento do povo de Deus vai acontecendo como consequência.
Aproveito para informar, antes que alguém me escreva anonimamente ou com um nome falso, dizendo que Crescimento de igreja é um termo criado por algum professor nos Seminários dos Estados Unidos. Não prezado leitor: Esta é uma expressão encontrada várias vezes no Livro dos Atos dos Apostolos 2:47; 5:16; 9:31; 12:24 (Foi o próprio Espírito Santo quem fez o escritor bíblico registrar sobre o Crescimento das Igrejas neo-testamentárias. Se não fosse importante para Ele nunca teríamos o registro).
A vontade de Deus, pelo que podemos entender, foi aquela que O levou a Entregar seu Filho Amado, para ser morto em uma cruz. Não foi para que Ele enfeitasse um presépio! Portanto nosso alvo em conhecer a Vontade de Deus é levar salvação para aquele que está perdido em seus delitos e pecados - O Pecador. Não compete a nós determinar quem será ou não será salvo. Devemos pregar o Evangelho (as Boas Novas) a TODA CRIATURA, a tempo e fora do tempo.
Tais lideres em sua grande maioria não estão buscando praticar esta vontade de Deus. Muitos deles estão cansados e deitados num sofá nas tardes de domingo ou estão preocupados em saber como vai a classificação do clube para o qual eles torcem.
Passaram a semana em seus gabinetes lendo ou estudando para mais um curso superior. Engordando sempre. E para desencargo de consciencia fizeram 3 ou 5 visitas a alguns frequentadores de sua igreja durante a semana. Nem que seja só pra tomar um cafézinho...
Mas, no domingo à noite ou pela manhã, um sermão preparado com a aplicação de quase todas as boas regras da homilética e da corrente teológica de algum escritor da idade média ou da atualidade, estará sendo proferido sem muito entusiasmo e com voz de sono em seu púlpito.
Calma querido, leitor! Quem ama a Igreja, fala francamente para Ela! Quem não ama, lisongeia...

Responda para si mesmo, estas solenes perguntas:
Será que é para, apenas isto, que Deus nos chamou para fazer em Seu Reino?
Você já fez Evangelismo pessoal neste ano? Quantas almas você levou a Cristo durante Um ano inteiro??
Você discipulou algum novo convertido durante o ano?
Ou apenas lecionou uma Confissão de Fé para alguns filhos de crentes que não fugiram da igreja?
Eu sei que estou sendo generalizador e muito duro. Na verdade existem alguns poucos que dão seu tempo, com boa qualidade e quantidade, sob muita oração, para a Causa de Cristo.
Quantos pontos de pregação foram criados e atendidos dominicalmente por tais líderes? (Ou será que você sabe apenas criar e enviar outros? Nunca mais você voltou para pregar aos perdidos daquela localidade que você "inventou"?)
Quantos Cursos de Alfabetização de Adultos, de Inclusão Digital (Informática), e outros cursos profissionalizantes você lutou para implantar em sua igreja a fim de servir e testemunhar, "na prática", para a população ao redor de sua igreja? Acrescento que, além de aproveitar o tempo ocioso do seu precioso e dispendioso "templo" que fica uma semana inteira, vazio entregue às moscas e lagartixas.
Quantas congregações foram acompanhadas durante a semana e também no domingo, pessoalmente por você, Pastor titular, e não apenas por aquele Evangelista leigo voluntarioso que você colocou e autorizou a atuar ali?
Quantas congregações foram organizadas em Igreja através do trabalho do pastor e do Conselho ou Diretoria da igreja e não simplesmente eles ficam em suas sedes querendo notícias e nunca vão pessoalmente ver e participar dos acontecimentos.


Louvo a Deus porque não me omiti em fazer mais do que apenas aquilo para o qual fui pago.
Não me preocupo com minha reputação ou a boa ou má impressão que terão de mim ou de meu ministério. Graças a Deus tenho temor a Deus e sei que estarei perante Ele para dar satisfação daquilo que Ele me incumbiu de fazer em Seu Reino. Desejo pelo menos receber um certificado do Senhor: SERVO INÚTIL porque sei que não fiz mais do que minha obrigação.
"Assim também vós, quando fizerdes tudo o que vos for mandado, dizei: Somos servos inúteis; fizemos somente o que devíamos fazer". Lucas 17:10
Porém, vejo que poucos estão fazendo a Obra e a Vontade de Deus. Louvado seja Deus porque ainda existem estes poucos. E o povo das igrejas vai aceitando e tolerando... ou fazendo parte da onda...
Querido Pastor, qual é a sua motivação maior ao aceitar pastorear uma igreja? Estudar na cidade grande de sua denominação ou cumprir o ministério na igreja para a qual você trabalha? Estudar não é o problema. Mas, onde e com quem ficou o campo para o qual você disse a Deus que iria trabalhar?

Você tem frutificado no lugar (cidade) onde você está plantado?
Por amor a você e ao Ministério que Deus nos emprestou
Pastor Caleb Castellani

Um comentário:

  1. Prezado Caleb, as regras teológicas são realmente seguidas por alguns. Temo que alguns lutam por melhores salários, melhor projeção, ao invés de buscar de fato as almas perdidas. Não sendo proselitistas, mas realmente ganhadores de almas. As igrejas 'históricas' estão sendo 'engolidas' pelas igrejas da moda, dos milagres aparentes. Dos pregadores 'chorões'. A hora é de despertamento e isto somente vai acontecer quando 'este povo se ajoelhar e orar'. Orar não com as palavras mas com o coração. Deus continuamente te abençoe.
    Em Cristo Jesus,
    Levy seu conservo na Obra da Cruz de Cristo.

    ResponderExcluir

Você poderá deixar um comentário.
Ao terminar deixe seu nome completo, seu Blog (se tiver), sua cidade, estado e país.
Os comentários que não preencherem estes requisitos, deletaremos. Grato